domingo, 6 de novembro de 2011

Como melhorar a vida útil da bateria do celular

Mitos e verdades sobre a bateria do celular.

Um fala uma coisa outro fala outra e você fica completamente perdido. E aí você compra um celular novo, mas com medo da bateria dele não durar nem um ano. Celular novo, mas com velhos traumas e muitas dúvidas persistentes do dono. Há mutos mitos e verdades sobre a duração da carga dos celulares. Veja a seguir dicas sobre como melhorar a vida útil das baterias:

Baterias são de tipos diferentes: descubra qual é a sua
Muitos dos mitos sobre baterias de celulares estão ligados a um modelo antigo, compostas por níquel cádmio. Esse tipo de bateria necessitava de uma primeira carga contínua de várias horas. Com o tempo, não carregava completamente se o usuário não esperasse seu consumo total, perdendo aos poucos sua capacidade de carga (problema chamado ''efeito memória'').

Mas o modelo de bateria mais utilizado nos celulares atualmente, explica o professor de engenharia elétrica da FEI, Antônio Carlos Gianoto, é o de íon lítio. "Essa bateria, ao contrário da de níquel cádmio, carrega mais rapidamente e não sofre do efeito memória".

Outro tipo de bateria é a de lítio polímero, uma evolução das baterias de íon lítio. Por serem menores e mais leves, são encontradas em smartphones e celulares recém-lançados. A dica é conferir no manual do aparelho o modelo correto da bateria do seu celular.

A 1ª carga deve ser de 8, 12... 16 horas contínuas
Isso é apenas mito. De acordo com Antônio Carlos Gianoto, professor de engenharia elétrica da FEI, essa prática era necessária para as baterias de níquel cádmio, mas as baterias atuais, de íon lítio, dispensam essa ação. A maioria dos manuais atualmente indica apenas que a primeira carga deve ser completa (e isso não vai demorar tantas horas assim).

Devo esperar a descarga total da bateria para recarregá-la
Não é verdade! Celulares com bateria de íon lítio e lítio polímero não precisam estar totalmente descarregados para serem ligados à tomada. As baterias atuais conseguem reconhecer os diferentes níveis de carga e não sofrem mais do efeito memória (quando o celular perde a capacidade de carga. Exemplo: você ainda tinha 20% de bateria quando pôs o celular ligado à tomada, então ele memorizaria 80% como uma carga completa).

Calor excessivo faz celular perder a bateria
Isso é verdade. "É preciso lembrar que a bateria depende de reações químicas dentro dela para funcionar", explica Antônio Carlos Gianoto, professor de engenharia elétrica da FEI. Ou seja, a temperatura externa alta pode alterar essas reações, fazendo com que o celular perca a duração da bateria e também diminua sua vida útil.

Pôr a bateria na geladeira dá carga extra
Na internet você encontra depoimentos de usuários que colocaram a bateria descarregada (e não o celular inteiro) para conseguir um pouco de carga extra – e funcionou. Na verdade isso não passa de um mito. O professor de engenharia elétrica da FEI avisa não haver nenhum estudo científico que comprove o feito. "O que acontece provavelmente com a bateria descarregada é sua recomposição enquanto está desligada", pondera Gianoto. Isso pode acontecer mesmo com a bateria em temperatura ambiente. Não custa avisar: a umidade da geladeira pode danificar a bateria.

Antigamente as baterias duravam mais
Isso é mais uma impressão dos usuários, que se esquecem das funções reduzidas dos celulares analógicos em relação aos atuais. Além disso, os aparelhos antigos consumiam carga continuamente; os da nova geração gastam energia conforme os recursos são utilizados e permanecem em stand by nas outras horas. "O usuário atual tem perfil gastador. O hábito de consumo hoje é totalmente diferente do passado", destaca Gianoto.

Devo tirar o celular da tomada assim que a carga estiver completa
A vida útil da bateria do celular não diminui se você se esquecer de tirá-lo da tomada assim que a carga for completada. "A carga funciona como uma caixa d'água: quando atinge o nível máximo, a boia interrompe a entrada de mais fluxo", compara o professor da FEI. Portanto, ao atingir o nível máximo, o celular interrompe o processo, sem sobrecarregar a bateria.

É melhor desligar o aparelho ao recarregá-lo
Isso é um mito. Ligado ou desligado, o celular vai ter a bateria carregada exatamente da mesma forma; a diferença será o tempo que a tarefa vai levar. A vida útil da bateria será a mesma, mas com o celular ligado o carregamento vai demorar mais porque ele estará consumindo (pouca) energia durante o processo.

É melhor esperar o carregamento completo antes de tirá-lo da tomada
Outro mito. Nem sempre você quer esperar a carga completa para usar o aparelho (quem nunca deixou o celular carregando apenas alguns minutinhos antes de sair de casa?). Isso não prejudica a vida útil da bateria. Algumas fabricantes, como a Apple, recomendam que uma vez por mês (é, só isso!) você cumpra o ciclo completo da bateria (carga total e depois descarga total).

Bateria de smartphone sempre dura menos de 24 horas
Não é verdade. É possível fazer a bateria de um smartphone durar mais que um dia, desde que você faça uso (bem) moderado dos inúmeros recursos do aparelho. Em espera, por exemplo, a Apple afirma que a bateria do iPhone dura até 300 horas. O que ajuda: desligar o 3G, o Wi-Fi, a geolocalização e as notificações do tipo push (atualizadas automaticamente), fechar aplicativos que rodam em segundo plano, diminuir o brilho da tela e, sempre que possível, manter o sistema operacional atualizado.

A bateria perde sua capacidade com o passar do tempo
Isso sim é verdade. Nada dura para sempre: as baterias perdem naturalmente a capacidade de reter carga com o passar do tempo. Em média, baterias de íon lítio podem durar até 5 anos (ou de 300 a 500 ciclos – carga e descarga total).

Modo vibracall, Bluetooth e roaming são vilões da bateria
Outra verdade. Para fazer o celular vibrar, há um pequeno motor que consome energia da bateria. Se não estiver esperando aquela ligação urgente no meio da reunião, desligue o aparelho. Outro vilão é o roaming: se está em locais com pouco ou nenhum sinal, desligue o celular. O aparelho tende a gastar mais energia para alcançar sinais fracos. O Bluetooth também consome muita bateria: procure habilitá-lo apenas no momento em que for necessário.

Não está usando o celular? Então desligue!
Tem gente que não consegue dormir sem deixar o celular ligado. Mas se você chegou em casa do trabalho, tem telefone fixo, despertador, lanterna, relógio, TV, computador... por que não desligá-lo?

Fonte: UOL Tecnologia

6 comentários

RIFF disse...

Então pela logica analisando
''(ou de 300 a 500 ciclos – carga e descarga total)''
Se sempre recarregarmos antes da bateria acabar ela duraria mais?

Anônimo disse...

MUITO BOM O POST...

Anônimo disse...

eu tenho um smartphone e carrego ele umas 2 vezes por semana
o nokia c3
nao acho a bateria dele ruim

Higor Gomes disse...

Fazia tempo que não lia algo tão interessante e instrutivo na internet como esse post. Parabéns!

Thalita disse...

Post muito bem feito e redigido, PARABÉNS.

HOTMAIL disse...

Esqueceram de Dizer um pequeno ponto nessa otima Discriçao
Que existem muitos tipos de BATERIA
nao no quizito Tempo mais no quizito QUANTIA de AMPEres
tipo eu faço economia de Bateria Evitando o BLUETOOTH e usando o WI-fi
só quando presiso, pois sei que tenho uso intenso do meu SAMSUNG WAVE 723 , pois escuto musica e navego na net por horas mesmo a Internet Nao sendo la aquelas coisas...

minha bateria é de 1,200mAh
ja vi smartfones em que a bateria é de 1800mAh
o que é um record no negocio de armazenamento

enfim só falei isso pois existe TIPOS e TIPOS de Bateria!...
e esses Amperes falam muito sobre isso

tipo se voce pega um Smart como o SATIO que tem uma TELA com processador 600mhz mais add de imagem 3d ISSO vai comsumir x de BATERIA!

agora me diz qual os AMPERS da BATERIA dele!?
1000mAh!

ja adivinhamos que ele nao aguenta muito só ai!...
ppois ele tem uma Camera de 12mb
tem muitos aplicativos simbiam que no meu ver são os que mais
esbanjam a BATERIA!...
sem falar na tela que nem sao AMOLED mais parece que sao! rsrs...

logo penso em uso CONTINUO!
musica e NET sera que aguentaria quanto esse SATIO na MINHA MAO!?

hehe falei dimais aqui

na verdade só queria lembrar da quantia de amperes das BATERIAS rsrs...
abraço pra quem fica!.